ECOLOGICAL BENEFITS OF DDLARG INNOVATIONS

aerial-view-flooded-houses-with-dirty-wa

ECOLOGICAL BENEFITS OF DDLARG INNOVATIONS

Desastres, de causas naturais ou humanas, como cheias, incêndios, sismos ou guerras, não acontecem, felizmente todos os dias, ainda que alguns sejam mais recorrentes, como fugas de água ou roubos. 

Apesar da sua baixa incidência, quando acontecem a sua onda de destruição é massiva. São impossíveis, na sua maioria, de prever. Contudo, é possível existir um plano de ação para preparar os intervenientes a agirem, mais rápido e da melhor forma possível, acelerando a resposta, minimizando danos materiais, e procurando a segurança dos intervenientes.

O QUE É?

Do latim cras (amanhã) e da sigla SOS (Save our souls), é um serviço direcionado para proteção de património que delineia planos personalizados de resposta para situações de emergência. Estes planos procuram criar guias para uma intervenção rápida e eficaz, criando uma linha de ação com diversos passos organizados de forma cronológica.

fortress-ruins-photographed-territory-re

ECOLOGICAL BENEFITS OF DDLARG INNOVATIONS

PREVENÇÃO

Nesta fase identificam-se e minimizam-se os riscos que o edifício ou a coleção apresentam, quais os equipamentos e acessórios, e os perigos naturais da área.

 

PREPARAÇÃO

Aqui são executados todos os trabalhos preparatórios, previamente à intervenção de emergência propriamente dita. rever

RESPOSTA

Aqui é delineado o processo para lidar com uma situação de emergência, determinando-se quais as ações a serem tomadas de imediato, de forma a garantir a segurança da equipa, estabilizar a situação e proteger as coleções. Deve ser adaptada ao tipo e escala da emergência e ao tipo de edifício/coleção.

 

RECUPERAÇÃO

Após a intervenção de emergência é necessário restabelecer a normalidade, analisando os danos, restituindo as condições apropriadas ao local e às peças, definindo quais as prioridades em termos de conservação e restauro e fazendo um prognóstico do evento para futuras melhorias.

 

RESTAURO E REABILITAÇÃO

Estando a fase anterior terminada pode-se eventualmente ter de seguir para uma última fase, que envolve uma intervenção de conservação e restauro a longo prazo no espólio danificado, bem como nas áreas de exposição, que não foram identificados como prioritários no ponto anterior, mas que, ainda assim, são dignos de serem alvos de intervenção.

silhouette-fireman-trying-control-fire-s